Como descobrir o link original de uma URL encurtada

As URLs encurtadas estão em alta na web. Elas são mais fáceis de compartilhar no WhatsApp, Facebook e outras redes sociais... além de ocuparem menos espaço e possuírem um aspecto bem melhor do que aqueles links longos e cheios de caracteres.

Existem muitos sites encurtadores de links ou URLs. Alguns exemplos são:
Google - http://goo.gl
Migre.me - http://migre.me
Bitly - http://bitly.com

O próprio Twitter encurta suas URLs compartilhadas em sua timeline(linha do tempo), o que acaba gerando uma economia de caracteres nos posts da rede social.

Apesar da praticidade trazida pelas URLs curtas, um grande problema de segurança também vem junto com elas. Por esconderem a URL verdadeira, muitos desses links curtos podem ocultar verdadeiras armadilhas, camuflando links de sites maliciosos (páginas de spam ou phishing) e que possuem vírus. Em épocas como da Black Friday por exemplo, é muito comum receber emails falsos com links encurtados e alguns desses links podem até passar dispercebidos por antivírus como McAfee, Kaspersky, Norton, Panda dentre outros, o que acaba exigindo uma atenção redobrada dos usuários de internet.
Mas ainda bem que existe uma solução para este problema. E a solução é o "desencurtador de links".

A função do desencurtador de links ou URLs, é justamente ajudar as pessoas à descobrir qual o link original de uma URL encurtada, para que assim elas possam saber se aquele link curto é seguro ou não. Esse tipo de ferramenta acaba evitando que a pessoa caia em armadilhas de crackers que disseminam links maliciosos disfarçados em links curtos.

Caso tenha dúvida sobre um link encurtado que parece suspeito, utilize o Desencurtador de Links.

No caso de querer arriscar clicando em um link curto sem saber seu destino final, procure ao menos utilizar um bom antivírus por precaução. Além dos antivírus pagos como McAfee, Kaspersky, Norton e Panda, existem também várias boas opções de antivírus gratuitos como o Avast, AVG e Avira.

Procure sempre utilizar bons navegadores de internet como Mozilla Firefox, Google Chrome e Ópera. Não deixe de manter seus plugins e extensões do navegador atualizados, como por exemplo o Adobe Flash Player e Java. ;)